Home » Professor Jorge Martins – Convidado a participar nas atividades do Curso Vocacional

Professor Jorge Martins – Convidado a participar nas atividades do Curso Vocacional

A aula realizada no dia 27 de Fevereiro contou com a presença do Professor Laureano Heitor, vice-diretor do agrupamento de escolas do Gavião e do Professor Jorge Martins, atual presidente da Assembleia Municipal do Gavião e presidente do executivo da autarquia durante vários mandatos que, pelo conhecimento profundo da realidade sócio económica e cultural do concelho e pela facilidade oratória, prendeu a atenção dos alunos e constituiu-se como um momento muito significativo para as suas aprendizagens e para o seu envolvimento  na realidade do concelho e na problemática do envelhecimento e dos problemas dos idosos.

As explicações apresentadas permitiram perceber qual a evolução demográfica do concelho nos últimos anos e as razões, quer nacionais quer regionais, que conduziram à atual situação. Foram apresentadas as características geográficas e económicas do concelho numa perspetiva histórica e referidas algumas situações marcantes enquanto vivências desta comunidade. Foi abordada a importância da agricultura e da floresta na economia local sendo salientada a diminuição da atividade agrícola com a consequente diminuição de emprego. No entanto, mesmo no setor agrícola, abrem-se novas perspetivas que podem fixar população mais jovem. Outras vias de desenvolvimento e de fixação de jovens dizem respeito ao património, nas suas diferentes vertentes, uma vez que é uma das riquezas da região e a sua divulgação poderá potenciar o desenvolvimento económico. Estes eixos estratégicos poderão atrair turistas e criar postos de trabalho que evitem a fuga para as cidades e o envelhecimento da população.

Não há que escamotear que estamos perante um concelho envelhecido, mas esta característica também se pode tornar uma vantagem e uma oportunidade de criação de emprego se se conseguir dar resposta aos idosos criando novas valências que exijam pessoal e técnicos especializados. Independentemente da idade ou da situação sócio económica de cada um, só uma comunidade inclusiva poderá dar uma resposta às necessidades e a novas oportunidades de desenvolvimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.